Publicidade

O que é greening: doença que aterroriza os citros!

O que é greening: doença que aterroriza os citros!

O que é greening. A princípio, uma das preocupações dos citricultores é as doenças, especialmente aquelas que são difíceis de controlar, como o caso do greening, também conhecido como Huanglongbing. Dessa forma, esta doença – causada por bactérias – pode dizimar a planta, causando danos significativos.

O que é greening?

Publicidade

O greening, ou huanglongbing (HLB), é uma das doenças mais importantes para atingir os citros no Brasil e no mundo. A doença é causada pela bactéria Candidatus Liberibacter, da qual existem três subtipos principais responsáveis pela doença: asiático, africano e americano.

De acordo com o Chemical and Engineering News (CEN) no Brasil, o greening removeu 52,6 milhões de pés de citros e reduziu a área da planta em 31% desde 2004, quando a doença foi detectada pela primeira vez no país.

Além disso, de acordo com o fundecitrus, a incidência da doença aumentou do cultivo em 2021 para o cultivo em 2022, aumentando 9,6%, de 22,37 para 24,42. 

Publicidade

Agente causal e inseto vetor do greening dos citros

Como observado, o greening é causado pela bactéria candidatus liberibacter que reproduz e coloniza os tecidos da flox, causando a ruptura dessa via para outros tecidos da planta. Existem três subespécies desta bactéria, dependendo da região de cultivo:

  • A princípio, a “Candidatus Liberibacter asiaticus” (Las), que expressa sintomas em temperaturas elevadas, como as que ocorrem no Brasil;
  • Dessa forma, a “Candidatus Liberibacter africanus” (Laf), que expressa sintomas mais severos em temperaturas amenas;
  • Por fim, a “Candidatus Liberibacter americanus” (Lam), que é a mais encontrada nas lavouras do Brasil. Ela apresenta sintomas em temperaturas amenas. Os longos períodos de temperaturas elevadas podem impactar na doença e desfavorecer a sua ocorrência.

Estas bactérias tem-se transmitidas por um inseto, o psilídeo, pertencentes à ordem Hemiptera e à família Psyllidae.

Publicidade

Nesse sentido, no Brasil, a espécie vetora do greening é Diaphorina citri, vetor de Candidatus Liberibacter asiaticus e americanus, presente no país desde a década de 40. Já o psilídeo Trioza erytreae é o vetor de Ca. Liberibacter africanus, que ocorre na África e no Oriente Médio.

Estes insetos tem-se considerados saltadores com um comprimento de 2 a 3 mm, pernas marrom-amareladas e marrom-esverdeadas.

5/5 - (1 {VOTO})

 Fala pessoal, espero que vocês estejam todos bem. Meu nome é Marlus, escrevo para o Blog desde 2018, sou apaixonado pelo setor agrícola. Estou sempre trazendo as melhores dicas sobre plantações para você manter sua roça linda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *