Publicidade

Principais testes para avaliar a qualidade dos lotes de sementes

Principais testes para avaliar a qualidade dos lotes de sementes

Principais testes para avaliar a qualidade dos lotes de sementes . A princípio, este regulamento oferece os padrões mínimos exigidos para pureza, consciência, separação dos locais de produção de sementes para evitar a contaminação genética, germinação e vida útil dos testes de germinação para cada planta.

Principais testes para avaliar a qualidade dos lotes de sementes 

Publicidade

Todas as características têm-se determinadas através de testes realizados em laboratórios, estufas e até mesmo no campo.

Cada ensaio tem um objetivo, e a soma dos resultados do ensaio determina a qualidade das sementes no lote.

Dessa forma, o Brasil conta com o manual Regras para Análise de Sementes, nas quais é possível ver o objetivo da análise principal, os procedimentos a serem realizados, os equipamentos necessários e a avaliação.

Publicidade

Amostragem

A amostragem não se tem considerada como um teste, mas um primeiro passo antes de ter-se realizada.

Para que os resultados dos ensaios sejam representativos do conjunto de sementes a avaliar, é necessária uma amostragem.

Publicidade

Nesse sentido, nas regras para análise de sementes, há etapas que devem ser realizadas, especificando o número de subamostras que devem ser realizadas quanto ao tamanho do lote e ao peso mínimo da amostra para cada espécie.

Testes em laboratório

Cada planta tem os principais testes que precisam ser feitos para determinar a qualidade das sementes do lote. Mas germinação, pureza e umidade são testes fundamentais em todas as plantas.

Nesse sentido, o teste de força é a coisa mais transformadora de cultura para cultura. Os laboratórios credenciados que realizam essas avaliações para determinar a qualidade das sementes já agendaram testes para terem-se realizados com antecedência, tais como:

Testes frios, que consistem em colocar sementes por um certo período de tempo antes da germinação em condições de baixas temperaturas e alta umidade, são frequentemente aplicados a gramíneas como milho e trigo.

Teste de envelhecimento acelerado, no qual as sementes tem-se colocadas em altas temperaturas e alta umidade antes da germinação.

O teste de tetrazólio avalia o tecido vivo da semente. Este teste têm-se amplamente utilizado em empresas de fabricação de sementes de soja, no entanto, pode ter-se usado em outras culturas, como o milho.

Por este teste, é possível determinar a causa da diminuição da qualidade das sementes: danos mecânicos (imediatos e latentes). Danos causados por percevejos e umidade tem-se um teste rápido, por isso se tem amplamente utilizados em empresas que precisam de velocidade e qualidade dos resultados.

DEIXE SUA AVALIÇÃO

 Fala pessoal, espero que vocês estejam todos bem. Meu nome é Marlus, escrevo para o Blog desde 2018, sou apaixonado pelo setor agrícola. Estou sempre trazendo as melhores dicas sobre plantações para você manter sua roça linda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *